Untitled Document
  • [FIXO] VAGAS ABERTAS – FAÇA PARTE DO LAUREN COHAN BRASIL
    O Lauren Cohan Brasil está com vagas abertas na equipe. Faça parte da maior fonte de notícias da Lauren no Brasil! Antes de se inscrever, por favor, esteja ciente que é preciso comprometimento a trabalho sério. Precisamos ressaltar que NÃO há remuneração – é um trabalho
  • 28.09.2016
    • publicado por bruna em Entrevista

    Mais uma entrevista para divulgar o lançamento do DVD e Blu-ray da sexta temporada de The Walking Dead, e dessa vez Lauren conversou com o site britânico The Independent. Confiram:

    Lauren Cohan pode ser o mais próximo que The Walking Dead teve como uma líder feminina. Aparecendo pela primeira vez na segunda temporada do drama americano – a personagem Maggie Greene é a filha do fazendeiro Hershel (Scott Wilson) – sua personagem cresceu em tamanho assim como em popularidade. Para sermos honestos, é difícil dizer que ela não esteve ali o tempo todo.

    Maggie é uma das personagens que se encontra à mercê do novo antagonista de Jeffrey Dean Morgan, Negan nos momentos finais da sexta temporada. Naturalmente, isso significa que muitos tópicos são áreas proibidas. Enquanto alguns atores podem ser minuciosos quando jornalistas tentam – não vamos adoçar a situação – cavar por alguma notícia, Cohan leva isso do seu jeito.

    “Em qual parte do mundo você se encontra?” Eu pergunto a ela pelo telefone. “Não posso te dizer,” ela conversa com humor, ao mesmo tempo deixando claro que ela é muito mais descontraída do que sua personagem Maggie. E, de novo, ela não precisa matar mortos-vivos todos os dias.

    Falando sobre o tão discutido cliffhanger da sexta temporada, você é uma mulher extremamente corajosa ao fazer essas entrevistas…

    Sim, eu sei, acredite. Esta manhã eu estava meio, ‘espera, o que eu estou fazendo?!’

    Por quê você acha que The Walking Dead faz tanto sucesso com os fãs?

    É a paixão pelo show, é um tributo ao que ele representa: pessoas vivendo e morrendo para proteger uns aos outros e criando algo que valha a pena viver. É uma ideia simples. Andy [Lincoln, Rick Grimes] é uma pessoa pura e desde o início todos no show levaram isso a sério. As pessoas que assistem ao show, incluindo os que não assistem desde o início, descobrem que – não é somente sobre horror e zumbis, é sobre fazer parte de alguma coisa. Eu apenas amo o fato de que esta é a essência do show.

    Você e seus colegas de elenco vivem com medo de serem avisados que seu personagem pode ser o próximo a morrer?

    Não, você não pode viver com medo. Você só precisa ficar no momento e acreditar na história. Nunca houve um tempo em que autores escreveram uma história que não impulsionasse mais histórias que trouxessem você para o lugar emocional correto. No começo, quando é um novo trabalho, você pensa, ‘oh, eu realmente nunca fiz isso na minha vida’ e então você passa a entender que tudo o que acontece está acontecendo do jeito exato que deveria. Você apenas precisa estar em paz com a sua participação no quebra-cabeças e apenas fazer serviço para isso.

    Seus amigos e familiares imploram por informações sobre o que está por vir?

    Oh, Deus, sim. Todos eles fazem. A coisa é, do jeito que o show é, os personagens sempre tem episódios de folga, então há sempre tempo para constantemente transitar para outros trabalhos. Realmente não há muitas pistas porque a estrutura não é tão diferente se é por conta de você não estar mais no show ou porque você teve uma folga. Eu odeio quebrar isso para qualquer pessoa, mas realmente não há nenhuma pista sobre o que está por vir.

    Como foi filmar a cena clímax da sexta temporada?

    Filmar o final foi brutal, como pode imaginar. Jeffrey é um ótimo ator e nós temos sobre de ter alguém tão dinâmico interpretando um cara tão malvado – Negan é realmente o pior que The Walking Dead já teve. Ele é escrito nos quadrinhos como um personagem obscuro e Jeffrey é definitivamente capaz de trazer isso. Ele é um ursinho de pelúcia como pessoa. É bom ir a este lugar com ele e interpretar loucas interações que ele tem com o grupo. É difícil para ele porque ele está atuando e ele realmente não tem o descanso emocional, enquanto nossos personagens mostram como isso é doloroso.

    Você acompanha os quadrinhos?

    Acompanho. Eu não lia antes, mas agora eu leio.

    O que a fez mudar de opinião?

    Há a introdução de tantos mundos novos agora então é fácil de se perder e aproveitar a história. Algumas vezes, eu acho que quando a coisa toda foca no seu grupo, você mistura as falas da série e dos quadrinhos. Com todos esses novos personagens sendo introduzidos, eu sinto que eu posso me perder nisso como uma leitora separadamente. Agora eu também entendo que nós não seguimos tudo dos quadrinhos, eu também posso aproveitar a leitura como uma entidade própria. É também legal para mim em um nível visual para ver como o show paga tributo aos quadros do quadrinho.

    Se você pudesse interpretar qualquer outro personagem por apenas um dia, quem você escolheria?

    [Risos] Eugene! Se eu pudesse pegar todos aqueles diálogos. Josh [McDermitt] é muito bom em aprender todas aquelas falas.

    Por mais quanto tempo você vê o show durar?

    Há muitas histórias a seguir – e definitivamente há mais por vir com o Negan; o show pode ir por mais algum tempo, contanto que você não precise repetir nada – que nós não seguimos ainda. Scott Gimple tem um cérebro de gênio então entre nosso material de pesquisa e ele, eu tenho certeza de que há muito mais por vir.

    A popularidade de Game of Thrones é apoiada por muitos prêmios de reconhecimento. Por quê The Walking Dead não colhe o mesmo sucesso com premiações?

    Você sabe, eu não entendo isso. Minha única explicação é que as pessoas não assistem à série. Eu vejo Melissa [McBride, Carol Peletier] e eu vejo Andy e eu penso como que eles não são reconhecidos. Eu não fico irritada com isso, eu apenas acho que eu prefiro ter a aprovação dos fãs, e eu sei o quanto esse show move as pessoas – e como ele move a mim – então eu não preciso dessas coisas. Ser considerada a pessoa de mais sucesso em sua formatura não significa que você fará sempre o melhor na sua vida. Eu não preciso entender isso – isso não nos impede de fazer o nosso trabalho. Talvez há algum presente mais profundo nisso, não sei.

    Talvez eles estejam esperando até a temporada final para premiá-los por tudo.

    Eu apenas espero que eles assistam ao show, porque é muito bom!

    Fonte | Tradução e Adaptação: Equipe Lauren Cohan Brasil

    26.09.2016
    • publicado por bruna em Entrevista

    Lauren conversou com o site Digital Spy para divulgar o DVD e Blu-ray da sexta temporada de The Walking Dead e falou sobre Negan, estar no set e a cenal final da última temporada. Confiram:

    Nós já estamos com bastante medo de Negan depois do final alucinante da sexta temporada de The Walking Dead e Lauren Cohan agora tornou aquele ponto bem claro.

    A Maggie em pessoa nos disse que devemos ter muito medo do novo grande vilão de Jeffrey Dean Morgan na sétima temporada, mas que o ator em si é, na verdade, o homem mais adorável do planeta.

    “Ele é tão mal, tão malvado,” Lauren contou ao Digital Spy. “Ele é, sinceramente, o pior! É somente o começo, realmente.”

    “Nós realmente temos sorte de ter o Jeffrey porque ele é uma pessoa adorável, tão dinâmico e um ator realmente ótimo. Acho que você precisa ter essa pessoa que tenha essa faísca amável porque isso torna a coisa mais sinistra.”

    “Ele quer que as pessoas entendam sua base lógica naquele episódio final. Ele tinha tanta vida, tanta energia, e é isso que torna o seu personagem tão assustador. Não demorou muito para Jeffrey tornar-se parte da família!”

    Conversando sobre filmar aquela cena final, na qual Negan aparece para espancar um dos sobreviventes até a morte, Lauren disse que foi “definitivamente a cena mais difícil de se gravar até então.”

    “[Maggie] está obviamente passando por muita dor física, e então há o desafio de não ser capaz de parar o que está acontecendo com Negan. Você está completamente impotente.”

    “Todos estão em um estado difícil e eu olho pra minha esquerda e vejo Rick, que nunca esteve naquele estado antes. Nós vemos Andy [Lincoln] tão arrasado, todos nós estamos apenas revivendo alguma memória ou imaginação emocional horrível!”

    “Às vezes é realmente estressante, mas também é tão libertador. Você vai a um novo nível toda vez que vai a algum lugar hórrido no show, como pessoa e como ator, e isso se torna um novo nível. Eu gosto disso, se você pode encontrar um lado positivo!”

    Lauren também nos contou que, tirando o fato de filmar um show tão aterrorizante, o set é, na verdade, bem legal e feliz.

    “É cruciante, mas até mesmo com toda a coisa horrível, nós realmente estamos ali uns pelos outros. Você não poderia fazer as coisas que nós fazemos sem sentir-se seguro e confiando nas pessoas. Ninguém está lutando por nada, todo mundo deve fazer coisas reais, legais.”

    “Você precisa mergulhar fundo e explorar emoções que talvez não tenha experimentado na sua vida real. A coisa louca sobre isso, é que às vezes, quando você está fora das câmeras, você está sob o olhar de alguém, mas há 11 de você nesta cena, e você está apenas encravado entre a grua de dolly e o operador de câmera, e você está vendo Norman [Reedus] e Andy baterem papo, e você está muito feliz porque você assiste todos trazendo isso.”

    “Não há bolas de tênis ou fita adesiva atuando com você neste show, você só precisa ou estar interagindo ou estar ouvindo e participando disso. Eu amo trabalhar todos os dias no set, eu amo estar lá. É incrível!”

    Fonte | Tradução e Adaptação: Equipe Lauren Cohan Brasil

    23.09.2016
    • publicado por bruna em The Walking Dead

    Foram divulgadas nesta quinta-feira, 22, novas fotos promocionais da sétima temporada de The Walking Dead focadas em cada personagem e dentre eles, da Maggie. Confiram em nossa galeria:

    INÍCIO > SÉRIES | TV SHOWS > THE WALKING DEAD > FOTOS PROMOCIONAIS

    Página 1 de 7112345
    LAYOUT DESENVOLVIDO POR CHERRY DESIGN • Some Rights Reserved lauren cohan brasil • ONLINE NO MOMENTO: online